English version

Reserva Florestal da Gândara
Paranho de Arca no âmbito do Centro Escutista Quinta da Fonte Frade

O que temos em Paranho?

  • Chuveiros
  • WC's
  • Vários sub-campos sobrevivência
  • Área florestal ≈ 9ha
  • Camaratas para acantonamento
  • Água potável
  • Luz
  • Madeira para construções em campo
  • Zona para atividades
  • Zona para fogo
  • Zona para oração
  • Zona para lavagem de louças
  • Parque de merendas com albufeira a 2,5km
  • Praia flúvial a 2.5Km
  • Talho, mercearia, Farmácia a 2.5Km
  • Padaria da localidade

Este campo só está disponível por consulta prévia!

O Decreto Lei de 16 de Junho de 1910 regista como Monumento Nacional a pequena Anta de Arca.

As primeiras construções megalíticas, da Europa Ocidental localizam-se em Portugal, e datam de finais do VI milénio antes da nossa era.

Constituída de três blocos em posição inclinada (esteios) e com um partido, onde pousa uma grande pedra inclinada a cobrir o dolmen.

No entanto, numa observação mais atenta, podemos dizer, que aqueles esteios foram colocados para nos dar a indicação do nascer e por do sol nos equinócios de verão e inverno no local.

Paranho de Arca aparece como aldeia posterior a Arca.

Podemos então afirmar que estamos em território da pré história.

Adjacente ao monumento surge um espaço de carvalhos ibéricos e outras espécies onde com frequência se fazem acampamentos escutistas. Devido á preservação da natureza estes só são permitidos com a devida autorização.

No topo da mata, encontra-se o edifício onde fora Quartel de Bombeiros. Aqui, e também devidamente autorizado são feitos acantonamentos escutistas ou apoio a acampamentos.

O Centro Escutista Quinta da Fonte Frade e a Junta de Freguesia Paranho/Varzielas, tem vindo a promover este espaço por forma a garantir o escutismo na zona, e a preservação da natureza com uma gestão adequada aos recursos disponíveis.